Voleibol de Toledo estuda retorno gradativo dos treinamentos

Esporte

Voleibol de Toledo estuda retorno gradativo dos treinamentos

Feminino ainda poderá disputar competições em 2020 (img-silmar-ramos)

|Informações de Assessoria – Toledo (PR)| - Sem treinamento presencial desde março em razão da pandemia do novo coronavírus, o voleibol de Toledo, mantido pela Secretaria de Esportes e Lazer e Prefeitura com apoio da farmacêutica Prati Donaduzzi, estuda a possibilidade de um retorno gradativo das atividades já nos próximos dias.

De acordo com o treinador das equipes masculinas, professor André Van de Sand, o objetivo no momento é organizar o espaço e estudar melhor maneira para retomar as atividades com toda segurança preconizada pelos órgãos de saúde afim de evitar possíveis contaminações da Covid-19. A ideia primária é treinar com grupos menores entre 6 a 8 atletas e apenas com a categoria sub-19 e respeitando o distanciamento social.

Ainda que retomem os treinamentos, Van de Sand ressalta que não existe nenhuma possibilidade de o voleibol masculino disputar competições até que haja vacina contra o coronavirus. “Nós precisamos ter a segurança de que voltar para as disputas será algo seguro, se o ambiente de competição oferece isso, se o alojamento oferece isso, enfim, são fatores que precisam ser analisados em prol da integridade física dos nossos atletas”, afirma o treinador.

A Federação Paranaense de Voleibol (FPV) lançou uma proposta para a volta dos Estaduais, mas a participação dos municípios, segundo o treinador, é facultativa e quem não disputar, não sofrerá as sanções previstas em regulamento. “Todo mundo está ansioso para competir, mas é preciso cautela nesse momento”., diz.

No feminino, o técnico Marcos Assunção admite que poderá disputar alguma competição até o final do ano sendo uma etapa do Estadual e uma etapa da Copa Integração, mas isso também vai depender de alguns fatores. O mais importante, segundo o treinador, é não colocar em risco nem atletas e nem comissão técnica. “Essa participação está condicionada a evolução da equipe e também ao atual momento da pandemia. Precisamos ter a garantia de que não haverá nenhum risco para nossos atletas e comissão técnica”, enfatiza o treinador que também fará algumas atividades presenciais com as atletas nos próximos dias.

O Projeto Mais Vôlei Toledo é beneficiário da Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte do Governo Federal. Seu desenvolvimento também conta com apoio da Prati Donaduzzi, Associação de Voleibol de Toledo (Avotol), Secretaria de Esportes e Lazer e Prefeitura de Toledo.

Galeria de imagens

Fonte: imagens-silmar-ramos

Últimas Notícias