VÔLEI: Dirigentes discutem na sexta-feira, sequência da Copa Integração

Esporte

VÔLEI: Dirigentes discutem na sexta-feira, sequência da Copa Integração

|Informações de Assessoria - Toledo (PR)| - Como tantos eventos esportivos no Paraná, a Copa Integração de Voleibol Feminino, que em 2020 completa 24 anos de fundação, também sofreu os impactos com a pandemia do novo coronavírus.  Até o momento, três das cinco etapas programadas para o ano foram canceladas e outra, prevista para o mês de agosto, não deve acontecer, visto que alguns municípios não voltaram a normalidade de treinamentos.

Para discutir o restante do calendário e a realidade de cada participante, os técnicos dos oito municípios que disputam o torneio – Céu Azul, Formosa do Oeste, Foz do Iguaçu, Medianeira, Palotina, Santa Izabel do Oeste, Santa Helena e Toledo - farão uma reunião on line na sexta-feira, 31, as 20 horas, cumprindo os protocolos de saúde para evitar aglomerações.

De acordo com o professor Ademir Martelli, de Céu Azul, presidente de honra da AERCI, Associação que gerencia a competição, é importante que algumas definições sejam tomadas neste momento e ainda que a competição não aconteça neste ano, é preciso planejar a temporada 2021.

“Sabemos que momento ainda é crítico e cada município vive uma situação atípica devido a pandemia e vamos ouvir todos para tomar decisões de consenso que não prejudiquem nenhum dos participantes. Pelo contrário, decisões que nos ajudem a fortalecer essa competição para compensar esse ano sem calendário”, explica o dirigente que também é o treinador da equipe de Céu Azul.

Outro assunto da pauta será a eleição da nova diretoria que deve acontecer neste ano e a possibilidade de mudanças no Estatuto para permitir mandato de dois ou quatro anos, diferente do modelo atual que é de um ano apenas. Essa alteração, segundo Martelli, evitaria muitas questões burocráticas.

“A cada troca de diretoria é necessário juntar uma série de documentos para registro de chapa e também devido as questões bancárias, então, acho que um ano é pouco para todo esse trabalho, o que justifica esse aumento de mandato”, garante.

PROJETO

Em meio a pandemia do novo coronavírus, a Copa Integração ganhou um alento que vai desonerar os custos de participação dos municípios. Um projeto elaborado pela Associação de Voleibol de Toledo (Avotol) foi aprovado na Lei de Incentivo Estadual do Esporte (ProEsporte).

Na prática, a Copa Integração poderá buscar junto a empresas que queiram doar parte do recolhimento do ICMS até R$ 149.150,00. Com esse recurso, ou parte dele, a AERCI poderá custear para todas as equipes e em todas as etapas, a alimentação, arbitragem, premiação, assessoria de imprensa e ainda fornecer uma camisa para cada atleta.

Segundo o professor Marcos Assunção, Avotol, responsável pela confecção do projeto, os recursos devem ser captados até fim de ano para serem usados em 2021. “Com a pandemia dificilmente as coisas voltarão ao normal neste ano, mas precisamos estar preparados para o ano que vem. É importante que haja o engajamento de cada município para que possamos conseguir um valor alto que nos dê tranquilidade para desenvolver a competição em 2021”, explica.

Galeria de imagens

Fonte: imagens-silmar-ramos

Últimas Notícias