Toledo se aproxima dos 3 mil casos da Covid-19

Cidade

Toledo se aproxima dos 3 mil casos da Covid-19

Marcos Antonio, do BrOnline com informações de Assessoria – A secretaria municipal de Toledo e o Centro de Operações Emergenciais (COE) confirmaram nesta segunda-feira, 27, mais 63 casos do coronavírus (Covid-19) no município. Foram confirmados 19 casos no Sistema Único de Saúde (SUS), sendo 16 através de RT-PCR (07 femininos e 09 masculinos) e três por meio de testes rápidos (02 mulheres e 01 homem). Na Saúde privada e suplementar, 32 casos foram confirmados através de RT-PCR (17 femininos e 15 masculinos) e 11 por meio de testes rápidos (04 mulheres e 07 homens). De acordo com o boletim epidemiológico, são ao todo 2.993 confirmações da doença e 26 pessoas que perderam a vida para a Covid-19. Os recuperados continua seguindo um víeis de alta e nas últimas 24 horas são mais 44 curados. O total de pacientes recuperados chega a 2.345. 

DADOS

São 26 mortes por Covid-19 registrada em Toledo desde a primeira morte no dia 31 de maio: (15 homens com idades entre 38 anos a 93 anos e 11 mulheres com idades entre 34 anos a 93 anos. 26 pacientes estão internados; 12 em leitos de UTI e 14 pessoas em leitos de enfermaria. São 5.388 notificados (total de casos somando com descartados, em análise e confirmados) e 2.085 foram descartados. 11.376 pessoas fizeram testes rápidos, sendo 1.390 positivos. 310 pessoas aguardam resultado de teste da Covid-19 pelo Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen). Os casos ativos são 622 pessoas que ainda não se recuperaram da Covid-19, (confirmados – recuperados). Casos confirmados no domingo, 26; 11 casos detectados no Sistema Único de Saúde, todos através de RT-PCR (04 mulheres e 07 homens). Na Saúde privada e Suplementar 10 casos foram confirmados por meio de RT-PCR (05 do sexo feminino e 05 do sexo masculino). E quatro pessoas que realizaram testes rápidos (03 mulheres e 01 homem).

O Paraná tem 67.276 casos confirmados (779 nesta segunda), 1.682 mortes (32 nesta segunda) e 30.892 pacientes recuperados.

LEITOS

Segundo a 20ª Regional da Saúde, a taxa média de ocupação dos leitos de UTI, Ala Covid-19 nesta segunda-feira, nos dois hospitais de referência a Covid-19 na microrregião  está em (76,67 %). No Hospital Bom Jesus, em Toledo, está em (75 %), dos 16 leitos de UTI, 12 estão ocupados. No Hospital Moacir Micheletto, em Assis Chateaubriand, dos 14 leitos, 11 estão ocupados (78,57 %). Todos os 08 leitos de enfermaria no Bom Jesus estão desocupados. No Moacir Micheletto a taxa de ocupação é de (14,29 %) dos 14 leitos de enfermaria, 02 estão ocupados. A média nos dois hospitais  está em (9,09 %).

              

Crianças e adolescentes não estão imunes à Covid-19

Médicos da secretaria de Saúde integrantes do Comitê de Operações Emergenciais (COE) alertaram sobre o número de crianças e adolescentes contagiados com o coronavírus. Sabe-se que apesar deste público ter uma melhor resposta, tanto do ponto de vista dos sintomas, quanto do agravo dos mesmos, definitivamente não estão imunes à doença. 

O porta-voz do COE e médico Fernando Pedrotti disse que não tem absolutamente ninguém até hoje que podemos dizer que está imune ao coronavírus. “Inicialmente se acreditava que as crianças pudessem ser imunes, pois via de regra elas se comportam como monossintomáticas ou oligossintomáticas. Ou seja, ou elas apresentam um único sintoma (monossintomáticas) podendo ser tosse, coriza, dor de garganta ou febre…. Ou elas têm poucos sintomas (oligossintomáticas). Sintomas pouco evidentes ou mais leves na maioria das vezes”.

Segundo Pedrotti, as crianças e os adolescentes vão apresentar infecção pela Covid-19 como qualquer outra pessoa. O que se observa é que o quadro clínico se apresenta mais leve na maioria das vezes e por isso nem sempre é identificado ou valorizado. “Elas também têm uma evolução na média até melhor que o adulto. Observamos que as complicações são menores, do que entre os adultos e os óbitos também tem uma frequência menor entre crianças e adolescentes”, relata o médico. 

Ele diz ainda que na faixa etária até 18 anos é normal uma situação com menos sintomas, quadro clínico menos exacerbado, com menos complicações. “Mas isso não significa que elas estejam imunes ou que não possam vir a apresentar essas complicações. O que também não significa que não possam ter complicações e evoluir para o óbito”, alertou. 

A Pediatra da secretaria de Saúde, Gabriela Kucharski disse que até a última terça-feira, 21, Toledo tinha 173 crianças contaminadas com a Covid-19. “Nosso paciente mais jovem não tinha um mês de vida. No geral, o principal tipo de contato das crianças é domiciliar, isso quer dizer que são contaminadas no ambiente doméstico. Para se ter uma ideia, temos 12 crianças contaminadas com menos de um ano de idade”. Ao todo são 173 casos positivos com idade entre zero e 18 anos. Doze casos menores de um ano. Entre um e cinco anos de idade, 45 crianças testaram positivo para Covid-19. Entre os seis e nove anos, são 24. Entre dez e 14 anos, 37 casos. E entre os 15 e 18 anos somaram-se 55 casos positivos

Galeria de imagens

Fonte: Marcos Antonio - Com Assessorias

Últimas Notícias